ARTIGOS

Se fores aquilo que Deus quer, colocareis fogo no mundo




Autor: Ingrid Oliveira
Data: 26/10/2016

Quem ama a Deus com um coração apaixonado quer também que todas as pessoas O conheçam e O amem. É por este motivo que um cristão autêntico deve buscar no seu cotidiano inúmeras formas de evangelização. Muitas vezes ficamos confusos diante desta proposta, mas o Evangelho vem nos explicar a simplicidade desta missão.

E Jesus contou outra parábola: “O Reino do Céu é como uma semente de mostarda que um homem pega e semeia no seu campo. Embora ela seja a menor de todas as sementes, quando cresce, fica maior do que as outras plantas. E se torna uma árvore, de modo que os pássaros do céu vêm e fazem ninhos em seus ramos.”Mt 13, 31-32

Estas palavras de Jesus vêm nos anunciar a vocação cristã, que como diz São Josemaria Escrivá, “consiste em transformar em poesia heróica a prosa de cada dia”. A pequenina semente de mostarda, quando semeada, cresce e se torna uma árvore frondosa, que serve de apoio para os pássaros do céu.

Assim também acontece conosco, pois ainda que pobres e limitados, pequenos como um grão de mostarda, podemos a partir da força da fé tornar-nos grandes na evangelização. Tantas vezes nos sentimos minúsculos porque amamos pouco, mas sempre é preciso renovar a esperança de que toda a graça é de Deus e vem dEle. Por isso, apoiados nesta parábola evangélica, retomamos fôlego para continuar o caminho acreditando que, no pouco que somos, Deus nos chama e nos torna fecundos.

O cristão deve estar tão unido a Deus que todas as suas obras falem dEle constantemente. Não deve fugir das atividades mais ordinárias, simples e monótonas, mas aproveitar-se destas para torná-las via de santificação e evangelização. Devemos caminhar neste mundo com o objetivo de perder-se na multidão para impregná-la de divino, levando aonde formos o bom odor de Cristo.

Confira outros artigos de Ingrid Oliveira

Muito custa o que muito vale

Nos dias de hoje, podemos ver que a grande maioria das pessoas pouco se dispõe a viver as ofertas que Deus nos pede. Na verdade, quando se tira o olhar de Deus, perde-se também o sentido de viver tudo o que Ele nos propõe. Mas só com os olhos fixos em Jesus podemos entend...

Saiba mais informações

Conhece-te, aceita-te, supera-te (Santo Agostinho)

            Neste Ano Jubilar da Misericórdia instituído pela Igreja, temos a oportunidade e a graça feliz de nos lançarmos com ainda mais abandono nos braços misericordiosos de Deus. É isso o que Ele vem nos convidando, dia ap&...

Saiba mais informações

CONFIRA AQUI TODOS OS ARTIGOS

INÍCIO
LITURGIA DIÁRIA
HISTÓRIA
FOTOS
COLUNISTAS
VÍDEOS
NOTÍCIAS DA IGREJA
FALE CONOSCO